Doenças malignas
DO TRATO DIGESTIVO

CÂNCER HEPÁTICO

O que é

O câncer de fígado é dividido em duas categorias, primário (originado no próprio fígado) e secundário ou metastático (originado em outro órgão). Os principais tumores primários do fígado são o hepatocarcinoma ou carcinoma hepatocelular, o colangiocarcinoma (que acomete os ductos biliares), angiossarcoma (tumor do vaso sangüíneo) e o hepatoblastoma (que atinge preferencialmente as crianças). Os metastáticos são mais comumente originários do trato digestivo, principalmente cólon ou intestino grosso e estômago.

Causas

Além da herança genética e histórico familiar da doença, alguns fatores de risco são:

• Presença de cirrose hepática;

• Infecções pelos vírus da hepatite B e C;

• Hemocromatose;

• Exposição a aflatoxina.

Sintomas

Os tumores hepáticos são, muitas vezes, silenciosos e assintomáticos, fazendo com que sejam diagnosticados tardiamente em seu estágio mais avançado. por isso raramente é encontrado cedo. A medida que o tumor evolui, os pacientes podem ter dores abdominais, inchaço, perda de peso e apetite, fadiga, náuseas, vómitos, febre e icterícia.

Tratamento

A cirurgia mais utilizada para tratar o câncer de Fígado é a Hepatectomia Videolaparoscópica ou Robótica, em que há a retirada parcial do fígado. Além disso, outros procedimentos cirúrgicos podem ser indicados, como a Lobectomia hepatica; Segmentectomia hepatica e o Transplante de fígado.

formulário de
contato