Doenças malignas
DO TRATO DIGESTIVO

CÂNCER DE PÂNCREAS

O que é

O câncer de pâncreas ocorre devido ao surgimento de múltiplas células anormais no órgão do aparelho digestivo, que é o responsável pela produção das enzimas que atuam na digestão dos alimentos e pela insulina. O tipo de tumor mais frequente que atinge este órgão é o adenocarcinoma, cerca de 90% dos casos. Outros tipos são o  Insulinoma, Gastrinoma, Tumores Císticos Do Pancreas, IPMN – Neoplasia Mucinosa Intraductal.

Causas

O tabagismo é um dos principais fatores de risco para o surgimento do câncer no pâncreas. Além disso, a doença está relacionada ao consumo excessivo de  de bebidas alcoólicas, e à exposição a compostos químicos. Pacientes homens, com idade avançada, ou quem têm histórico familiar de câncer de pâncreas e diabetes também possui maior chance de desenvolver a doença.

Sintomas

Os sintomas mais frequentes são:

• Perda de peso;
• Dor na parte superior do abdômen;
• Icterícia (amarelão da pele e olhos);
• Perda de apetite.

Tratamento

O tratamento do câncer de pâncreas depende do tipo de tumor, da sua localização e do estado geral de saúde do paciente. Quando diagnosticado precocemente, o câncer pode ser curado por meio da cirurgia isolada. No entanto, na maior parte dos casos é fundamental o tratamento complementar com radioterapia e quimioterapia. Existem alguns tipos de procedimentos cirúrgicos que visam a remoção dos tumores do pâncreas: Pancreatoduodenectomia com Linfadenectomia, Cirurgia de whipple; Pancreatectomia distal, Pancreatectomia parcial com esplenectomia. Geralmente o procedimento cirúrgico visa retirar a cabeça e/ou o corpo do pâncreas, além de também remover parte do estômago, intestino delgado, gânglios linfáticos, vesícula biliar e parte do canal biliar.  A escolha da melhor técnica cirúrgica deve ser feita pelo cirurgião oncológico, após avaliação minuciosa de cada caso.

formulário de
contato