Doenças malignas
DO TRATO DIGESTIVO

CÂNCER DE INTESTINO

O que é

O câncer de intestino envolve os tumores que acometem o intestino grosso (cólon e reto) e, em raros casos, o intestino delgado. Na maioria das vezes, os tumores malignos são originários de pólipos ou pequenas elevações na parede do cólon e/ou do reto, que crescem lentamente. Assim, é possível identificar e retirar esses pólipos antes de se transformarem em tumores malignos, por meio da colonoscopia.

Causas

Entre as causas da doença pode-se incluir a má alimentação, com uma dieta rica em carnes vermelhas, processadas e gorduras. Além disso, o sedentarismo, a obesidade, o tabagismo, o alcoolismo também têm relação com o surgimento do câncer de intestino. Pacientes acima de 50 anos, que tenham histórico de pólipos, histórico familiar ou doença inflamatória intestinal estão mais propensos ao desenvolvimento da doença.

Sintomas

O sangramento ao evacuar é o sinal mais comum do câncer no intestino. Além disso, pode-se notar anemia sem causa aparente, diarreia ou intestino preso, gases, cólicas, emagrecimento, fraqueza, entre outros sinais.

Tratamento

Nas fases iniciais o tratamento é feito por meio da colonoscopia, com a retirada dos pólipos e lesões. Nos tumores maiores do cólon há necessidade de cirurgia (Colectomia segmentar ou total, de forma convencional, laparoscópica ou robótica). Nos tumores do reto pode haver necessidade de radioterapia e quimioterapia antes da cirurgia. Outras técnicas empregadas são: Cirurgia de Abaixamento, Retossigmoidectomia,  Enterectomia segmentar e Colostomia.

formulário de
contato