Doenças malignas
DO TRATO DIGESTIVO

CÂNCER DE ESTÔMAGO

O que é

O Câncer de Estômago ocorre quando há o crescimento de células anormais em qualquer extensão deste órgão do sistema digestivo.  Os tumores podem acometer a camada de revestimento interna (mucosa), e se apresentar na forma de pequenas lesões com ulcerações. Com a evolução do câncer, as células anormais cancerosas começam a substituir gradativamente o tecido normal do estômago, propagando-se para outras áreas do órgão ou podendo acometer órgãos vizinhos. Alguns tipos histológicos de tumores no estômago são: os adenocarcinomas (responsáveis por 95% dos tumores), linfomas (cerca de 3% dos casos) e tumores estromais (GIST).

Causas

As causas do surgimento de câncer no estômago ainda não são totalmente conhecidas. No entanto, além do erro de DNA celular de origem genética, sabe-se que há uma forte correlação entre a infecção pelo H. pilory e uma dieta rica em sal e em alimentos defumados com o desenvolvimento de câncer gástrico.

Sintomas

O principal sintoma é a dor epigástrica na região central do abdome. Além disso, pode-se citar outros sinais como a sensação de “empazinamento”, náuseas e vômitos, perda de peso, azia, diarreia, fadiga e fezes com sangue ou muito escurecidas (tipo borra de café).

Tratamento

A escolha do melhor tratamento para o câncer de estômago depende do estágio da doença e do estado clínico de cada paciente. A cirurgia é, geralmente, o meio mais utilizado para curar a doença, sendo que pode ser indicado realizar sessões de quimioterapia e radioterapia associadas. O procedimento cirúrgico visa remover o tumor e parte ou todo o órgão afetado por meio da cirurgia de Gastrectomia ou esofagogastrectomia. Os melhores resultados cirúrgicos são alcançados com os procedimentos minimamente invasivos, Robótica e Videolaparoscopica.

formulário de
contato