Doenças malignas
DO TRATO DIGESTIVO

CÂNCER DE ESÔFAGO

O que é

Trata-se de uma doença na qual células malignas se desenvolvem e multiplicam no revestimento interno do esôfago. No Brasil, este tipo de câncer é o 6º mais frequente entre os homens, segundo o INCA. Existem dois tipos principais de câncer de esôfago, o Carcinoma Epidermoide Escamoso e o adenocarcinoma – responsável por cerca de 96% dos casos.

Causas

Além da mutação genética, de origem hereditária, alguns fatores de risco podem estar relacionados com o surgimento deste tipo de câncer, como:

• Ingestão de bebidas alcoólicas em excesso;
• Acalásia ou Megaesôfago;
• Alimentação pobre em frutas e verduras;
• Doença do refluxo gastroesofágico (DRGE)
• Obesidade;
• Esôfago de Barrett;
• Tabagismo.

Sintomas

Os sintomas mais comuns da doença são:

• Dificuldade ou dor na deglutição;
• Dor torácica;
• Sensação de obstrução à passagem do alimento;
• Náuseas e vômitos;
• Perda de apetite e emagrecimento.

Tratamento

O tratamento cirúrgico consiste na remoção de todo ou parte do esôfago (Esofagectomia), por laparoscopia ou cirurgia robótica. A extensão do segmento de esôfago removido depende do estágio da doença e da localização do tumor ao longo do órgão. Além disso, também há a remoção de linfonodos (gânglios linfáticos) circundante ao esôfago (Linfadenectomia mediastinal, já que esses gânglios podem estar acometidos por células cancerosas provenientes do tumor primário caracterizando metástases linfáticas.

formulário de
contato